Tipos de carteiras de criptomoedas

Trezor (Divulgação Amazon)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Você sabia que existem diferentes tipos de carteiras para armazenar criptomoedas?

Criptomoedas é um assunto que ainda gera muitas dúvidas e que todo mundo tem interesse em saber mais para poder investir. Isso devido aos ótimos retornos que muitas criptos têm apresentado nos últimos anos.

Se entender o que é cripto e como comprar já é algo difícil, imagina o quão complexo é entender como e aonde esses ativos são guardados. Obter criptomoeda é uma coisa, ao passo que armazená-la com segurança requer habilidades e conhecimentos totalmente diferentes.

Assim como guardamos dinheiro ou cartões em uma carteira física, as criptomoedas também são armazenadas em uma carteira. Porém, diferente de colocarmos uma carteira de tecido ou de couro no bolso, essa é uma carteira digital.

A carteira digital pode ser baseada em hardware ou baseada na web. A carteira também pode residir em um dispositivo móvel, na área de trabalho de um computador ou ser mantida em segurança imprimindo as chaves privadas e os endereços usados ​​para acesso em papel.

Toda vez que você configura uma carteira cripto, essa carteira te da uma sequência de 12 ou 24 palavras que precisam ser muito bem guardadas. Essa sequencia de palavras também são chamadas de frases de recuperação de carteira, frase de “backup”, palavras de segurança ou mnemônico.

Se você perder essas senhas você perde o acesso as suas criptos. E se alguém roubar essa senha de você, essa pessoa vai ter acesso a todo o seu saldo e vai poder movimentar suas criptomoedas. Por isso é importante que você aprenda a fazer a custódia das suas chaves, escolha onde você vai anotar e onde você vai guardar.

O que é uma carteira criptografada?

Existem procedimentos de segurança e etapas que você pode seguir para proteger sua criptomoeda. A melhor e mais popular maneira de fazer isso é por meio de carteiras. Este é um cofre digital que permite que você colete, salve e guarde sua moeda com segurança. Isso funciona como um local para armazenar sua moeda, de onde você também pode compartilhar, enviar e ter transações de moedas criptográficas.

É equivalente a um banco, mas apenas de uma forma mais avançada e sofisticada. Existem duas categorias diferentes de carteiras, a carteira quente e a carteira fria.

Hot Wallet e Cold Wallet

Existem muitas carteiras de criptomoedas, mas a principal diferença entre elas é se são quentes ou frias.

Hot wallet (carteira quente) está conectada à internet e pode ser acessada a qualquer momento.

As carteiras quentes incluem todas as carteiras em nuvem online, a maioria das carteiras móveis e de software e bolsas.

Cold wallet (carteira fria) não está conectada à internet e permite armazenar seus fundos offline.

Carteiras frias são carteiras de hardware, carteiras de papel mantidas offline, dispositivos de armazenamento de dados semelhantes offline e USB.

Tipos de carteiras de criptomoeda

Existem quatro categorias distintas de carteiras de criptomoedas: papel, hardware, nuvem e online.

Carteiras de papel

Carteiras de papel são geralmente classificadas como carteira fria. O termo “carteira de papel” geralmente se refere a uma cópia física ou impressão em papel de suas chaves públicas e privadas.

Embora as carteiras de papel sejam frias, elas também trazem sua cota de riscos. Por exemplo, carteiras de papel podem ser facilmente danificadas, queimadas, fáceis de copiar e tirar fotos. Para tornar as carteiras de papel menos frágeis, às vezes as pessoas plastificam, criam várias cópias e as armazenam em locais diferentes, gravam-nas em pedaços de metal ou outros materiais resistentes.

Não é uma boa ideia manter cópias eletrônicas de sua carteira de papel no computador, porque ele pode sofrer algum dano e você pode perdê-la.

Cloud Wallets – carteira em nuvem

Carteiras online estão na moda. Usando uma carteira na nuvem, seus ativos podem ser acessados ​​de qualquer computador, dispositivo ou local. Eles dão uma maior facilidade, mas armazenam suas chaves privadas online e podem ser controlados por terceiros. Portanto, eles são mais vulneráveis ​​a ataques e roubo por hackers.

Uma versão mais segura das carteiras em nuvem são as carteiras online sem custódia. Eles podem ser acessados ​​via web e aplicativos, mas o provedor de serviços não tem acesso às suas chaves privadas. Na maioria dos casos, as carteiras de custódia não fazem parte da plataforma de troca, o que significa que permitem que você negocie suas moedas de uma maneira segura e protegida.

Carteiras de software

As carteiras de software são baixadas e instaladas em um computador pessoal ou smartphone. Eles são considerados carteiras quentes.

Carteiras desktop e móveis oferecem um alto nível de segurança, no entanto, eles não podem protegê-lo contra hacks e vírus, então você deve tentar manter o seus dispositivos livre deles.

Como regra, as carteiras móveis são muito menores e mais simples do que outros tipos de carteira. Além disso, algumas carteiras de software permitem que você acesse seus ativos através de vários dispositivos simultaneamente, incluindo smartphones, laptops e até carteiras de hardware.

Carteiras de hardware

Esses são dispositivos muito parecidos com pendrives. Essa modalidade é conhecida como “armazenamento frio” (ou “cold storage”), ou seja, a carteira não está conectada à internet.

As mais populares incluem dispositivos como Trezor e Ledger.

Obter uma carteira de hardware diretamente do fabricante é a maneira mais segura. Não é seguro comprar carteiras de outras pessoas, especialmente àquelas que você não conhece. Lembre-se de que, mesmo que obtenha uma carteira de hardware de um produtor, você deve sempre inicializá-la e redefini-la por conta própria.

Qual é a melhor carteira?

Como vimos, existem diferentes formas e opções para armazenar sua criptomoeda. A melhor opção dependendo da sua escolha e das suas necessidades de proteção e segurança.

Normalmente, a escolha da carteira depende do seu portfólio. Quanto mais criptomoedas você tiver, mais segurança você precisa.                                                                     

Use medidas de segurança que você pode controlar. Existe um ditado no meio dos investidores de criptomoedas que diz “Sem suas chaves, sem suas criptomoedas.”. Isso significa que se você não tem a chave, você não tem a posse delas. Quando você tem a posse, só você tem acesso evitando os hackers das corretoras.

Por isso, se mesmo assim preferir manter suas criptos em carteiras quentes invista em uma corretora segura, dessa forma pode deixar os ativos na corretora até você aprender a cuidar das suas chaves.

Claro que no inicio não faz sentido gastar com carteiras, já que existem até gratuitos. Mas se sua visão é para frente e você decidiu fazer investimento pra longo prazo você precisa investir em uma Cold Wallet.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!