Pontos importantes sobre o FIAGRO

Agronegócio (Pexels Freestocksorg)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O FIAGRO – Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais, foi regulamentado pela CVM em agosto desse ano. Venha entender mais sobre esse fundo.

Não é novidade que o agronegócio é um importante fator para a economia nacional, afinal, o setor é responsável por mais de ¼ do PIB do País, mesmo assim, o agro possui diversas dificuldades quando o assunto é crédito e financiamento, foi visando sanar esses gargalos que os Fiagros foram criados.

Essa ampla participação do Agro dentro do PIB do Brasil só foi possível mediante os volumosos investimentos públicos e privados feitos no setor, contudo, o governo tem tido dificuldade em ampliar suas linhas de crédito para os agricultores e empresas desse segmento, tarefa que começou a ter maior participação da iniciativa privado com esses novos produtos financeiros.

O Agro ficou tão grande que pode se dizer que ele não cabe no atual modelo de crédito! E ainda há muito espaço para crescer!

USO DAS TERRAS NO BRASIL E A TESE DO AGRONEGÓCIO

(Fonte: Riza Asset)

O Brasil tem uma das legislações mais rígidas e amplas do mundo quando o assunto é proteção ambiental, isso se deve a diversas pressões da sociedade civil para a preservação da natureza, mesmo assim, conseguimos produzir com um bom grau de eficiência e qualidade.

Ainda temos muito para crescer nesse sentido, contudo, com a crescente população mundial a expansão das terras agrícolas é um fator quase certo.

(Fonte: Riza Asset)

Entretanto, graças às barreiras legais, expandir as áreas destinadas à produção é custoso e torna interessante recuperar ou modernizar as produções já existentes, de forma que só o fato de se deter uma terra rural produtiva já indica tendência a valorização.

Além disso, o Brasil ocupa posição privilegiada no mundo, graças a uma relativa segurança climática e amplitude da disponibilidade de terras, junto desses fatores, o Projeto de Lei 2936/19, que pode tornar possível a liberação da compra de terras por estrangeiros no Brasil é fator que não pode ser ignorado nesse ramo.

Assim, dada a crescente demanda por alimentos e insumos e a dificuldade em abrir novas áreas, a tendência para o setor do agronegócio não poderia ser outra além da expansão e valorização.

Nos Estados Unidos, as terras agrícolas tiveram retornos superiores a diversas classes de ativos, vejamos:

Além disso, ao longo do tempo, as terras agrícolas mostraram ter uma correlação positiva com a inflação maior do que títulos públicos, mercado de ações e ouro, podendo ser considerado um investimento defensivo contra a inflação.

Concluindo esse tópico, podemos ver que a tese é promissora e não deve ser ignorada pelos investidores que buscam ter acesso a um setor essencial à manutenção da própria existência do mundo moderno.

O QUE É O FIAGRO E AS SUAS TESES

Os Fiagros são semelhantes aos Fundos Imobiliários, ou seja, são Fundos de Investimento com participações divididas em cotas, esses produtos são instrumentos importantes no mercado de capitais como veículos de investimento coletivo cujas decisões de alocação são realizadas por gestores de recursos profissionais.

Assim, tal como em um Fii, os investidores alocam capital dentro do fundo que conta com uma gama de profissionais qualificados a aplicar os valores de forma eficiente, pelo menos em teoria, por isso é importante estudar sempre os seus investimentos.

Falando das teses, o Fiagro poderá atuar em múltiplos ângulos dentro da cadeia agroindustrial, sendo passível de utilização em diferentes teses de investimento, dado que a sua criação teve grande inspiração nos Fundos Imobiliários. Algumas das teses que estão presentes nesses ativos são:

  • fundo voltado a investimentos líquidos no setor do agronegócio (Títulos Agro);
  • veículo de investimentos de “private equity” em sociedades limitadas e Companhias fechadas do setor;
  • veículo de investimento imobiliário focado no setor agropecuário.

Como você já deve ter notado, os Fiagro têm teses muito parecidas com os Fiis, mudando basicamente o foco da destinação dos recursos, que são específicos para a cadeia agrária nacional.

Essa nova modalidade de Fundo de Investimento, voltado ao agronegócio, permitirá a captação de maior volume de recursos para financiamento de empreendimentos no setor, considerando a contínua e crescente necessidade de recursos.

ALGUMAS VANTAGENS DOS FIAGRO

SETOR ESSENCIAL E RESILIENTE

O Agro lida com produtos essenciais a diversos setores, seja para alimentos ou matérias primas ele é essencial a todos os países do mundo, de forma que possui uma resiliência natural a crises, por exemplo, com o Coronavírus no Brasil o único setor que conseguiu crescer foi o agronegócio.

Em 2020, enquanto o PIB brasileiro recuou 4,1%, o PIB do agronegócio brasileiro (calculado pelo Cepea/CNA pela ótica da renda real) acumulou avanço recorde, de 24,31% no ano. Além disso, graças a sua grande capacidade de exportação o setor é muito beneficiado com a alta do dólar, o resultado disso são os recorrentes recordes de exportação nacional de produtos agrícolas.

Até junho de 2021, as exportações do agro somaram 12 bilhões de dólares!

(Fonte: CNA)

Mesmo com esses fatores positivos, é importante que o investidor conheça os riscos do setor, algo que trataremos em publicações futuras. Fique de olho!

ISENÇÃO DE I.R

Tal como seus irmãos mais velhos, os Fiagros são isentos de imposto de renda e IOF! Uma vantagem muito bem vinda para o investidor que busca ativos geradores de renda no seu portifólio. Contudo, o investidor deverá pagar 15% de I.R quando vender a sua cota.

LIQUIDEZ

Tal como os Fundos Imobiliários, os Fiagros são negociados diariamente no mercado de capitais, o que garante uma facilidade relevante na hora de criar ou extinguir posições nesses ativos, além de permitir uma fácil diversificação da carteira do investidor.

NÃO HÁ OBRIGAÇÃO DE DISTRIBUIR 95% DOS RENDIMENTOS

Sem a obrigação da distribuição de rendimentos, o Fiagro pode reverter seus lucros para a sua própria operação, gerando um ganho de valor nas cotas e mesmo de dividendos futuros. Essa é, provavelmente, a principal distinção entre os Fiagros e os Fiis.

Na minha visão, é algo muito positivo!

CONCLUSÃO

O Agro não é só um pilar econômico do Brasil, ele compõe uma necessidade básica de toda a civilização moderna, logo, buscar investimentos no agronegócio é algo que todo o investidor atualizado e atento deve buscar! Aqui na Ticker 11 buscamos fazer esse trabalho por você! Fique de olho nas nossas publicações e se gostar considere adquirir uma assinatura.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!