O que é Taxa Selic (Arte Canva Ticker 11)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Afinal, o que é essa Taxa Selic?

Já está cansado de assistir um jornal e ouvir o apresentador ficar falando repetidamente toda semana sobre essa tal de Selic? E aí, você nem se quer saber o que é isso e muito menos o que você tem haver com as altas e baixas dessa taxa.

Calma, a partir de hoje tenho certeza que você estará entendendo o que tudo isso significa. O básico pelo menos eu posso resumir: A Taxa Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. O seu nome significa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Ela é definida pelo Banco Central e é usada para controlar a inflação.

Como a Selic é definida?

É comum dizer que o Copom, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, define a Selic. Mas o que ele define, na realidade, é uma meta para a Selic.

O Banco Central não impõe por decreto a taxa a ser seguida. O que ele faz, na verdade, é comprar ou vender títulos para influenciar o mercado.

Exemplo: Digamos que um título público custa hoje no mercado R$ 800 e promete pagar R$ 1.000 daqui a um ano. Isso quer dizer que os juros desse título são de R$ 200, ou 25% em um ano.

Se o Banco Central quer fazer essa taxa subir, ele aumenta a oferta de títulos no mercado e pela lei da oferta e da demanda, o preço cai. Passa, digamos, para R$ 700. Então todo mundo compra porque está mais barato. Assim, aumenta a diferença entre o dinheiro investido e o que vai ser recebido no futuro ou seja, aumentam os juros.

O Banco Central induz assim uma nova taxa Selic – mais alta.

Mas se o Banco Central quer baixar a taxa, ele vai ao mercado e compra títulos, aumenta a demanda e o preço sobe. Passa, digamos, para R$ 900. Os novos juros, portanto, vão ficar mais baixos (10% ao ano)

Por que a Selic afeta a sua vida?

Uma premissa básica do mercado é que a taxa de juros varia de acordo com o prazo e com o risco de inadimplência de um empréstimo. Quanto mais longo o empréstimo e quanto menos certeza o credor tem sobre a possibilidade de ver seu dinheiro de volta, maior é a taxa de juros cobrada.

Um empréstimo de um dia de um banco para outro, lastreado em títulos públicos, é uma operação de baixíssimo risco. O banco usa essa taxa para calcular os empréstimos mais arriscados.

Por isso a Selic é chamada de taxa básica da economia. Se sobe a Selic, sobem todas as outras taxas. Cai a Selic, as outras também caem.

A taxa do seu empréstimo no banco é necessariamente muito maior que a Selic. Isso porque você não pode dar a garantia do Tesouro Nacional e seus empréstimos não são de um dia só.

Como a Selic influencia a inflação?

No Brasil, a taxa Selic é o principal mecanismo de controle da inflação. De uma forma simplificada, funciona assim:

Uma loja de automóveis tem disponível 10 carros de determinado modelo. À vista, eles custam R$ 60.000 cada um. Num cenário em que a economia vai bem e os que juros estão baixos, existem 15 pessoas dispostas a financiar para comprar um carro deste modelo. O gerente da loja então tem um incentivo para aumentar o preço. Ele vai cobrar o máximo que puder até ter dez compradores para os dez carros. Esse aumento, quando acontece em vários setores da economia, é chamado de inflação.

Quando o Banco Central sobe os juros, aumentando a taxa Selic, os financiamentos ficam mais caros, e isso desestimula o consumo das famílias e os investimentos das empresas.

Com juros mais altos, o carro de R$60.000 vai custar o dobro ou triplo do valor. Aí, em vez de 15 pessoas querendo comprar, só vai ter oito.

Se falta comprador, o gerente da loja não tem motivo algum para aumentar o preço. Podendo até ter que diminuir.

É desta forma que o Banco Central usa a taxa Selic para controlar a inflação.

Referência:

O que é a taxa Selic. E como ela funciona. Nexo Jornal, 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WBNkhIaY7gc&t=3s Acesso em: 07/10/2021.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!