O que é e como funciona o “come-cotas” nos fundos de investimento?

Come-cotas (Ticker 11)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Você já ouviu falar do come-cotas? Ele é um adiantamento de imposto que acontece em alguns fundos de investimento em determinados meses, sendo mais específico no final de maio e de novembro.

Como a maioria já sabe, quando investimos em um fundo de investimento, muitas vezes ao pedirmos resgate, ou seja, pegarmos o dinheiro de volta, há uma cobrança de 1% do seu lucro como imposto de renda.

O come-cotas nada mais é do que um adiantamento desse imposto: Ao invés de você ser cobrado quando você faz o resgate, ele é adiantado para o final de maio e para o final de novembro.

Claro que existem alguns fundos com algumas exceções, que não cobram imposto nem no resgate e que não possuem come cotas. Um exemplo disso seriam os fundos de debêntures incentivadas.

Veja um exemplo de como o come-cotas funciona na prática: Vamos supor que no começo de maio você aplique cem reais em um fundo de renda fixa e até o final de maio você está com 120 reais. Ou seja, 20 reais de lucro.

No último dia do mês será cobrado de você quinze por cento de imposto sobre o seu lucro, sobre os 20 reais. Esse é o come-cotas!

Então, começo de junho você não vai ter mais R$ 120, você terá apenas R$ 117.

Essa diferença de 3 reais representa o imposto de 15% pago sobre os 20 reais de lucro.

Essa cobrança de imposto acontece na maioria dos fundos, com exceção de ações, previdência, debêntures incentivadas e mais alguns outros.

Agora que você tem uma ideia do que é esse tal de come-cotas e como ele funciona, talvez você esteja pensando em resgatar todo o seu dinheiro antes do prazo, antes do final de maio ou final de novembro que é quando acontece essa cobrança, para não pagar esse imposto.

Seria uma boa jogada se não fosse o Leão. Isso porque os Fundos que cobram come-cotas são os mesmos Fundos que cobram imposto de renda na hora de você resgatar esse dinheiro.

Dessa forma não faz diferença deixar o dinheiro lá ou pedir o resgate. Ou você terá essa cobrança do come-cotas ou terá que pagar o imposto de renda devido ao pedir o resgate, que é igual ou maior que o próprio come-cotas.

Exemplo: Se você tivesse aplicado naquele mesmo fundo de renda fixa 100 reais em começo de maio e fosse resgatar o dinheiro no final de Maio com 120, com 20 reais de lucro você pagaria 22,5% de imposto, ou seja, R$ 4,50. Enquanto isso, se você deixar o dinheiro aplicado, terá que pagar R$ 3 de come-cotas.

Em resumo não adianta querer fugir. Se você for investir seu Capital em renda fixa, multimercados ou outros Fundos que tem o come-cotas você vai precisar pagar o imposto de qualquer forma.

Porém, existe uma notícia boa: Esse imposto pago no come-cotas serve para diminuir o imposto que você vai ter que pagar quando for resgatar o capital ou mesmo para diminuir o valor a ser pago no próximo come-cotas.

Vamos supor que você tivesse investido 100 reais em um fundo no começo de maio. No final do Mês, contando com o lucro, você juntou um total de R$ 120. Com o pagamento do come-cotas você vai passar a ter R$ 117 no começo de Junho.

Se você permanecer com o dinheiro no fundo por mais seis meses e essa aplicação não render mais nada nesse período, você vai chegar ao próximo come-cotas em novembro com os mesmos R$ 117. Acontece que você já pagou o imposto em maio referente aquele lucro que teve. Sendo assim, não será necessário pagar esse imposto de novo agora em novembro.

Então, por mais que você ainda tenha R$ 17 de lucro nesse fundo você já pagou o imposto referente a ele lá em maio.

A mesma lógica se aplica para quando você for resgatar o seu dinheiro: Vamos supor que você investiu R$ 100 a 2 anos atrás em um fundo que rendeu 20% nesse período.

Como já se passaram dois anos, a tabela regressiva diz que em um eventual resgate você deveria pagar 15% de imposto. 15% de R$ 20 é igual a R$ 3.

Se nesse mesmo período de dois anos você já ter pagado R$ 3 de come-cotas, não será necessário nenhum pagamento adicional no momento do resgate.

Isso significa que o come-cotas pago ao longo desses 2 anos serve para compensar, diminuir, o imposto a ser pago no momento do resgate

Por que se chama come-cotas?

Agora que você entendeu o que é, talvez esteja se perguntando por que esse imposto tem esse nome?

Caso você não saiba, quando investimos em fundos estamos, na verdade, comprando vários pedacinhos do fundo que chamamos de “cotas”.

É igual no Mercado de ações onde você compra frações de uma empresa.

Esse imposto tem esse nome porque ele diminui a quantidade de cotas que você tem e não a rentabilidade da cota.

Fazendo um paralelo com ações seria como você comprar uma ação por R$ 10, ela se valorizar indo para R$ 12. Suponhamos que você tinha 100 ações, então passou a ter 98 ações após o come-cotas.

Perceba que a valorização da ação permanece a mesma de R$ 10 para R$ 12, mas a quantidade de cotas que você tinha diminuiu.

Isso não acontece no Mercado de Ações, mas é o que acontece no mercado de fundos.

Isso é relevante porque quando você puxa o histórico de um fundo você vai ver que ele rendeu, por exemplo, 20% ao ano.

Esses 20% ao ano da rentabilidade da cota não leva em consideração a quantidade que você perde por causa do come-cotas, logo a sua rentabilidade como investidor tende a ser ligeiramente menor no longo prazo do que a rentabilidade que o fundo divulga.

Para investimentos de curto ou médio prazo isso traz pouca diferença. Mas, no longo prazo o come-cotas gera uma diferença significativa.

Por isso que quando você procurar investimentos de longo prazo dê a preferência para fundos com isenção de Imposto de Renda ou fundos que não tenham o come-cotas.

Quer saber mais sobre isso e outros assuntos de investimentos?

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!