Fundos imobiliários: entenda o que é e se vale a pena investir

Foto urbana aérea (Sergio souza)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Os fundos imobiliários são fundos de investimento que não investem em ações ou títulos, e sim em uma ou mais propriedades. Os fundos captam capital de um grande número de investidores e os aplicam em escritórios, shopping centers, edifícios residenciais ou imóveis logísticos, sendo que cada investidor detém um determinado número de cotas do fundo, que representam sua participação nos ativos do fundo.

Um fundo de investimento imobiliário (FII) é um subconjunto específico de fundos que se concentra exclusivamente no investimento em propriedades geradoras de renda.

Investir em um fundo imobiliário é uma ótima maneira de gerar renda passiva para quem tem interesse em possuir um imóvel, mas não quer as responsabilidades da propriedade direta. Então, se você se esquiva de muitos esforços administrativos e não pode ou não quer investir uma grande quantia em uma propriedade física, você pode investir em um fundo imobiliário.

Tipos de Fundos Imobiliários

Existem dois tipos de fundos imobiliários: abertos e fechados.

Em geral, os fundos imobiliários abertos possuem um maior número de investidores e investem em um maior número de propriedades enquanto os FIIs fechados são mais limitados.

Fundo Fechado:

Fundo fechado é um tipo de fundo de investimento em que os participantes não podem solicitar o resgate das cotas. Além disso, os fundos fechados não permitem a entrada de novos cotistas após o término da emissão das cotas.

Os fundos fechados geralmente investem o capital em uma ou duas propriedades. Ele tem um capital fixo e a sua duração já está definida. Isso limita o número de cotas do fundo, portanto, geralmente apenas investidores experientes e prontos para o risco investem em fundos imobiliários fechados.

Fundo Aberto:

Os fundos imobiliários abertos têm prazo ilimitado. Isso significa que novos investidores sempre podem ser adicionados e os investidores que já investiram no fundo podem comprar novas ações ou vender as antigas.

Quanto mais investidores colocarem seu dinheiro em um fundo aberto, os ativos do fundo aumentam, pois dessa forma a empresa de fundos pode adquirir uma quantidade maior de imóveis.

A empresa do fundo administra os imóveis para seus acionistas. Com fundos bem administrados, o retorno das distribuições e aumentos de valor costuma ser maior do que investimentos de renda fixa e demais ativos da própria renda variável.

A rentabilidade do fundo resulta dos rendimentos de rendas e vendas, bem como do aumento do valor dos imóveis após dedução dos custos.

A receita do fundo, ou seja, a receita de aluguel após a dedução dos custos é distribuída aos proprietários como lucro, sendo normalmente distribuída aos investidores uma vez por ano.

Os fundos imobiliários abertos investem o dinheiro de seus investidores em um grande número de propriedades, inclusive podendo investir em países diferentes. É assim que o risco é distribuído: Se o aluguel de um dos imóveis não sair conforme o esperado, o efeito será limitado no valor total do fundo. Portanto, há uma ampla diversificação de risco: Se as coisas não vão bem com uma propriedade, isso tem pouco efeito no desempenho geral do fundo.

Vale a pena investir em FIIs?

Como vimos, os fundos imobiliários são fundos de investimento clássicos que investem principalmente no mercado imobiliário. Através dele você pode participar do mercado imobiliário sem ter que possuir e manter seu próprio imóvel.

Os Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs) são uma boa opção para investidores em renda que buscam ações para suas necessidades de alto rendimento.

Isso ocorre em parte porque os FIIs geralmente não são apenas uma boa fonte para encontrar dividendos generosos e de crescimento constante, mas muitos deles também oferecem baixa volatilidade, tornando-os ideais para investidores de baixo risco.

A grande vantagem de um FII é ter uma boa diversificação de ativos sem precisar se preocupar em estudar cada um deles. Se determinado FII ter uma boa gestão, o retorno tem grande chance de ser bom.

O gestor do fundo analisará cuidadosamente todas as oportunidades individuais e, em seguida, essas oportunidades serão executadas com o uso do capital do fundo.

Porém, tenha em mente que FIIs não é algo para enriquecer rapidamente, quem investe nele deve ter uma visão de longo prazo, pois dessa forma poderá conseguir ótimos rendimentos.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!