Como a economia afeta o mercado de ações?

óculos na frente dos monitores(kevin-ku)

Compartilhe esse Artigo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Vários fatores econômicos afetam o mercado de ações e todo investidor deve estar ciente antes de se envolver em investimentos neste mercado.

Para quem está começando no mundo das ações, muitas vezes é difícil entender como o mercado realmente funciona. Principalmente no inicio é confuso saber como questões econômicas são interpretadas neste mercado tão oscilante.

É muito comum, por exemplo, uma empresa relatar um lucro recorde e o preço de suas ações caírem, ou outra empresa relata perdas e os investidores estão correndo para comprar suas ações.

Pode parecer absurdo, e sem sentido, mas não é. Isso porque o futuro é negociado em bolsa. Quem investe nela vive sobre expectativas, então o presente e o passado têm pouco interesse para investidores experientes.

Embora o desempenho de uma empresa individual varie no mercado de ações devido a notícias sobre seu desenvolvimento, como relatórios de lucros e anúncios de aquisição, existem influências externas que afetarão as ações e o mercado como um todo.

Neste sentido, dados macroeconômicos, como por exemplo, taxas de juros, inflação, desemprego e crescimento econômico frequentemente movem os mercados de ações.

Como o mercado de ações rastreia todas as empresas de capital aberto, ele pode ser usado como uma medida para rastrear o crescimento econômico. Se o mercado de ações está indo bem, é um bom indicador de que a economia está tomando rumo já que reflete a lucratividade e o potencial de tantos grandes negócios que compõem uma grande parte do PIB do país. Por isso os mercados de ações estão sempre torcendo por mais crescimento econômico, porque geralmente significa mais lucros para as empresas, e mais lucros tendem a aumentar o valor das ações.

Embora o crescimento econômico mais elevado seja geralmente positivo para o mercado de ações, em situações contrarias como em algumas circunstâncias os bancos centrais podem aumentar as taxas de juros. E isso, por sua vez, pode derrubar os preços.

O grande problema é que quando os investidores veem os preços do mercado de ações começarem a cair, o medo aumenta e eles começam a vender também. Isso causa um efeito cascata que pode levar o mercado de ações cada vez mais para baixo.

 A bolsa de valores às vezes é um jogo que envolve várias questões. Como um iniciante, você deve sempre ter isso em mente quando achar que não entende mais o mundo do mercado de ações.

Se você é um investidor de longo prazo, você pode relaxar e observar os altos e baixos diários de qualquer maneira. Essas flutuações constantes não precisam e nem devem abalar você.

Eventos mundiais, como guerras e uma pandemia global, fazem com que os investidores temam o desconhecido e vendam ações. Fazendo um retrospecto do que aconteceu recentemente com a pandemia, os preços que caíram e o mau humor que durou alguns meses nada mais são do que uma nota de rodapé na história dos preços.

Como um bom investidor, você deve saber que se ficar nervoso com a queda dos preços e começar a pensar em sair. Em teoria, é claro, as perdas intermediárias podem ser limitadas com a venda. O único problema é: quando você vai voltar?

 A maioria dos investidores espera até que os preços voltem a subir significativamente. Mas o resultado final é que você perde dinheiro.

Como um investidor de longo prazo, é, portanto, mais inteligente ficar de fora das quedas de preços, mesmo que o medo de uma perda machuque.

Se você quer aprender mais sobre como investir, venha fazer parte do nosso canal de ações do Telegram.

Conhecendo melhor sobre o mercado, você não só estará preparado para quando ele estiver em baixa e apoiar a economia, mas também estará a caminho de um futuro financeiro melhor.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todo o nosso conteúdo com os melhores do mercado!

Artigos relacionados

crescimento do emprego nos EUA desacelera (Reprodução Reuters)
Economia

Criação de vagas de emprego nos EUA desacelera

Conforme os dados de emprego divulgado nesta sexta-feira (3), a criação de novas vagas de emprego nos EUA desacelerou consideravelmente em novembro, em meio a

O Ticker 11 é o seu portal de informações sobre investimentos para aprender mais e acompanhar o mercado da melhor forma.

Faça parte do nosso grupo!

Entre para o nosso canal de Fundos Imobiliários no Telegram! São notícias diárias e links especiais sobre Fatos Relevantes, Relatórios Gerenciais e muito mais conteúdo sobre FIIs. Tudo para você ficar por dentro de todas oportunidades.

Fale conosco:

Estamos aqui para lhe ajudar! Fique à vontade e nos envie uma mensagem!

Economize tempo e dinheiro investindo com a Ticker 11!

Nossos especialistas acompanharão o mercado pra você e trarão as melhor oportunidades em um relatório semanal com carteira recomendada de alta performance!